APCP – Página inicial

Prémio APCP | Vencedores

O Prémio da Associação Portuguesa de Ciência Política destina-se a estimular a criatividade e o rigor no trabalho de investigação nas áreas de Ciência Política e de Relações Internacionais.

O Prémio é atribuído à melhor Dissertação de Doutoramento nestas áreas disciplinares. O concurso decorre no período entre Congressos, sendo o vencedor anunciado durante o evento correspondente. Lista de vencedores:

1.ª Edição/Congresso 2008

Marcos Faria Ferreira, Cristãos e Pimenta, a Via Media na Teoria das Relações Internacionais de Adriano Moreira (Relações Internacionais)

Marco Lisi, L’arte di essere indispensabile: leader e organizzazione nel Partito Socialista Portoghese (1976-2006) (Política Comparada)

2.ª Edição/Congresso 2010

Tiago Roma Fernandes, Patterns of Associational Life in Western Europe, 1800-2000. A comparative and historical interpretation, IUE, (Política Comparada)

Menção Honrosa:

Alexandra Magnólia Dias, An Inter-state war in the Post-Cold War Era: Eritrea-Ethiopia (1998-2000), LSE (Relações Internacionais)

3.ª Edição/Congresso 2012

Sónia Pires, Immigration Political Mobilisation in Portugal and Italy, IUE, (Política Comparada)

Licínia Simão, Forging a wider european security community: prospects for the neighbourhood policy in the South Caucasus, Univ. Coimbra (Relações Internacionais)

4.ª Edição/Congresso 2014

«What's in a Label? The Aid Community's Representations of Success and Failure in Mozambique and Guinea-Bissau» de Teresa Paula de Almeida Cravo e «Peace as Government: The (Bio)Politics of State-Building» de Ramon Blanco de Freitas

Menção honrosa: «Post-transitional Justice. Spain, Poland and Portugal Compared» de Filipa Alves Raimundo

Júri presidido por António Costa Pinto e constituido por Ana Paula Brandão, Paula Duarte Lopes, Manuel Meirinho Martins, André Azevedo Alves, André Barata, Pedro Tavares de Almeida, Tiago Roma Fernandes e Licinia Simão.

5.ª Edição/Congresso 2016

Edalina Rodrigues Sanches, “Explaining party system institutionalization in Africa: from a broad comparison to a focus on Mozambique and Zambia”, Universidade de Lisboa (2014).

6.ª Edição/Congresso 2018

Jovana Ranito, “Why doesn't it work? US regulatory challenges in outsourcing private use of violence in stability operations ”, Universidade de Coimbra (2016).